quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

-Por isso que te amo...

Te olho sem que perceba, vejo o quanto estou apaixonada, e o quanto eu faria para te-lo ao meu lado. Disfarço, finjo que você não é nada, e nas suspeitas de minhas amigas eu nego com todas as forças, ‘eu não o amo’, era o que cansava de repetir, era o que eu queria que fosse verdade. A cada sorriso seu eu via verdade, a cada palavra tua sentia um toque. você não olha pra mim, muito menos me conhece, eu queria que conhecesse. E nos dias que não estou normal conto os segundos para falar que te amo, só que a sanidade vem logo e a coragem se vai. Ninguém merece um amor onde só um ama, onde só um sente a dor da perca...

2 comentários:

E.Suruba disse...

nossa! ficou gostoso de ler! amor e dor..hum...sei lá, complicado, as vezes parece algo embutido

Piie'tra disse...

;)