terça-feira, 2 de março de 2010

Disfarça .


Eu... Eu sabia que não te amava, sabia que nada em você um dia me atraio, mas a sede que sentia por não te ter por perto era torturante, me fazendo várias vezes te beijar quando não queria, concordar quando não aceitava. Ao contrário de você, todos já tinham percebido o quanto eu era idiota, o quanto eu não prestava nem servia, assim, não queria arriscar te perder... E com isso provara que eles estavam certos, uma idiota egoísta, que nada mais importa além de si. E eu chorava com a constatação, que eu não negaria por saber que é verdade, mas a história da garota que seu coração fora estraçalhado tantas vezes que agora, não queria arriscar, sugando forças do coração de outros, até não sobrar nada mais, e quebra-lo por vingança...

5 comentários:

Vinny disse...

A vingança nunca é plena, mata a alma e envenena =D

Mandy disse...

Adorei. Acho que todo mundo tem um pouco disso dai, né. Afinal, quem nunca fez uma coisa assim? (a)
Beijos Pietra.
Mandy

disse...

Verdade, todo mundo já fez algo parecido \o/


Beeijinhos;

IOLY disse...

Na vingança e no amor a mulher é mais bárbara do que o homem.

Beijo

Felicidade Clandestina. disse...

Mui lindas as palavras,
a cada vez que venho aqui me encanto mais sempre (L)
beijos