sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Meu Adeus .


É engraçado pensar que aquela de vestido branco deveria ser eu, entrando na igreja até o seu futuro duvidoso. Era fácil ver sua expressão nervosa, vê aquele buquê perdendo pétala por pétala a cada vez que sua mão tremia, cheguei a dar risos silenciosos enquanto assistia, eu a via dando sorrisos discretos a cada passo, a vi olhar para ele como nem eu nunca olhei, mas a piada ainda não tinha acabado, tinha muito para se presenciar, até que ele tocou sua mão, nessa hora um arrepio, vi que ela estava irradiante, mais feliz que nunca, agora meu riso se transformou em raiva, não iria esperar até que aquele circo fosse desmontado. Pensei em gritar, dizer que esse casamento não poderia acontecer,  feito aqueles filmes onde o padre pergunta se algo pode não realizar o casamento ‘fale agora, ou cale-se para sempre’. Mas percebi que a felicidade no rosto dele era incomparável a tudo e qualquer coisa que eu já tenha visto, isso me calou completamente...  Fui para frente da igreja, aquela cena já não me fazia bem. Já no táxi pude vê o beijo que selou aquele compromisso, que, quem sabe, seria para sempre...

6 comentários:

Isadora Beatriz disse...

a-d-o-r-e-i!
sério! parece aquela cenas dramáticas de filmes.

beijos, isa.

*~A Mel_ disse...

voce se casou? o_o

ta tão real isso
bjuuu

Carolinne disse...

ow lindo o texto! Mais um dia ela terá um dia só pra ela! :)

Vulgo , K isser. disse...

nossa que lindo , dependendo das pessoas pode sim ser pra sempre .-.' e nao é nescessario casar para ter um bom relacionamento , nao tenho vontade de casar ... e nunca tive

Vinny disse...

E resolveu calar-se para sempre. Pela felicidade alheia. Bonito. Tocante =D

Adorei o texto. Beijão.

disse...

Ah, adorei o texto; triste, mas lindo.Hm,parece um texto que eu escrevi também (:
Isso é tão triste, e já tive alguém que tive vontade de parar tudo e falar que era o amor da minha vida ~ .

Beeijos.